Quanto custa o primeiro emplacamento: saiba como é o processo em cada estado

Comprou um carro novo ou usado? Lembre-se que o emplacamento é um passo importante neste momento. O processo de emplacamento é feito através do Detran de cada estado, onde as placas são emitidas. Quanto custa o primeiro emplacamento em cada estado e como ele é feito. Para saber, continue lendo.

O primeiro emplacamento do seu automóvel significa que ele terá uma identificação (a placa), que dará ao Detran acesso ao histórico do carro. Dados como histórico de multas e impostos ficam disponíveis através deste número.

Se o seu carro for novo, você poderá fazer o primeiro emplacamento através da própria concessionária. Com as informações corretas e documentos em mãos, o responsável vai até o DETRAN e resolve o problema. O serviço normalmente é cobrado a parte e é a opção com o maior investimento disponível atualmente.

O novo proprietário também pode emplacar o carro, entretanto precisa de alguns documentos como RENAVAM, nota fiscal e laudo de vistoria. O processo é um pouco mais lento e vai depender do Estado em que o veículo está localizado. Documentos da concessionária também serão necessários, assim como originais do novo comprador.

Leia também: Saiba tudo sobre transferências de veículos

Agora, se você quer saber quando custa o primeiro emplacamento e qual a maneira mais eficaz para resolver esta etapa da sua compra, fique atento a próxima dica: emplaque o seu carro em um despachante de sua confiança. Os despachantes são a forma mais rápida e menos custosa de se conseguir o emplacamento. Eles irão resolver toda a documentação, preenchimento de formulários e pagamento de guias, além de orientar em relação a dúvidas e andamento do processo.

Quanto custa o primeiro emplacamento? Saiba como realizar o processo de primeiro emplacamento em 10 estados Brasileiros, continue lendo:

Santa Catarina

Com o CRV, o condutor do veículo deve providenciar a produção das placas. Elas só podem ser fornecidas por empresas credenciadas pelo Detran de Santa Catarina. Depois que as placas ficarem prontas, o condutor deve procurar novamente o Detran para realizar o emplacamento e a lacração das placas.

No caso de fazer o processo com um despachante, o mesmo cuidará de todo o processo. Você pode solicitar um orçamento por este link!

Paraná

No Paraná, o valor total corresponde ao lacre, primeiro registro do veículo, licenciamento anual e vistoria. Lembrando que não é permitida a circulação de veículo sem placa por mais de 15 dias. Por isso, se você comprou o carro em um estado e vai registrá-lo em outro, cuidado para não perder o prazo e ser multado.

Rio Grande do Sul

Saiba quanto custa o primeiro emplacamento no estado do Rio Grande do Sul, mas antes disso, você deve efetuar o pagamento no Banrisul, Bradesco, Banco do Brasil (somente correntistas), Caixa Econômica Federal, Santander ou Sicredi com a guia (GAD-E) emitida pela Internet ou fornecida pelo CRVA, referente às taxas de expedição dos documentos (CRV + CRLV).

Rio de Janeiro

Para realizar o primeiro emplacamento no Rio, você vai precisar de original da primeira via da nota fiscal do fabricante para veículos adquiridos diretamente da fábrica, ou original da primeira via da nota fiscal do revendedor ou cópia da Nota Fiscal Eletrônica, para veículos adquiridos em revendedores, acompanhados, em ambos os casos, da etiqueta contendo o decalque do chassi em baixo relevo.

São Paulo

O estado de São Paulo é conhecido por ter um custo de vida alto e, com isso, as taxas são mais elevadas. Primeiro, você deve comparecer à unidade de trânsito de destino para:

– Obter o número de placas. Escolha de placas – saiba mais.

– Obter o valor do IPVA e do Seguro Obrigatório (DPVAT).

– Se a unidade do Detran.SP funciona dentro do Poupatempo (veja aqui), o agendamento eletrônico no Agendasp é obrigatório. Marque o horário aqui.

– Nas unidades do Detran.SP de Santa Bárbara d’Oeste e Sorocaba, o agendamento presencial é obrigatório. Assim, vá primeiramente à unidade e agende o serviço, depois retorne no dia agendado.

De posse do formulário Renavam preenchido e das guias com os valores de IPVA e DPVAT, dirija-se à agência bancária dos bancos conveniados. Informe ao caixa do banco o código da taxa de lacração e relacração:

– Quando realizadas nas unidades do Detran.SP ou em empresa especializada e credenciada: Código 31 (para veículo zero km ou transferido de outro Estado – primeiro emplacamento).

– Quando realizadas em domicílio: Código 32 (para veículo zero km ou transferido de outro Estado – primeiro emplacamento).

No prazo estabelecido, compareça à unidade de trânsito em que deu início ao processo para retirar a documentação e, de posse do IPVA original e do documento de propriedade do veículo (CRV), realize o emplacamento.

Leia também: Tudo o que você precisa saber sobre licenciamento de veículo

Distrito Federal

Quanto custa o primeiro emplacamento no DF? Descubra:

O custo vai variar de acordo com o tipo de veículo. O proprietário terá 30 dias, a partir da emissão do DANFE, para realizar o primeiro registro do veículo. Passado esse prazo, será necessário fazer vistoria veicular, que deverá ser agendada diretamente no balcão de vistoria.

Ao efetuar a compra do veículo na concessionária, o comprador recebe o Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica que será complementada com a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) no site da Receita Federal.

Para realizar o serviço de anotação de comodato é preciso que o veículo já tenha sido registrado. O procedimento poderá ser feito em seguida. No prazo de 15 dias, o veículo só poderá se deslocar sem placas da concessionária até o posto do Detran-DF para fazer o registro e emplacamento, conforme Resolução nº 487/2014 – Contran.

Para emplacar veículo zero-quilômetro em outro estado é necessário solicitar a licença especial para trânsito, popularmente chamada de licença para-brisa.

Espírito Santo

Se a sua dúvida é quanto custa o primeiro emplacamento no Espírito Santo, vamos te ajudar. Primeiro, você deve dirigir-se, com seu veículo, para a área de vistoria do Detran munido dos documentos necessários para dar início ao serviço desejado.

Realizar vistoria do DETRAN, caso na Nota Fiscal não contenha o Decalque do Chassi;

Dirigir-se à Ciretran ou Pav (Posto de Atendimento Veicular), pegar senha para atendimento e abertura do processo;

Dirigir-se à rede bancária autorizada e efetuar pagamento dos DUA/DETRAN;

Retornar à Ciretran ou Pav (Posto de Atendimento Veicular, para finalizar o processo e pegar o documento (CRV).

Minas Gerais

Além de saber quanto custa o primeiro emplacamento, você deve também ser informado que é preciso estar com o registro do carro zero feito pelo Detran-MG, e logo após deve procurar uma loja autorizada pelo órgão para fabricação das placas.

Com as placas em mãos, você volta para o Detran-MG para fazer a selagem das mesmas.

Bahia

Se você tem dúvidas sobre quanto custa o primeiro emplacamento no estado da Bahia fique atento. Antes, você precisa estar com o número do RENAVAM do veículo efetuar o pagamento em qualquer ponto de atendimento do Banco do Brasil e Banco Bradesco (internet, fone-fácil, agências) e a guardar a entrega do CRLV em domicílio no prazo de 15 dias úteis.

Ceará

Após os processos burocráticos finalizados, o proprietário deve se dirigir a uma unidade do Detran presencialmente, concluir a vistoria do imóvel, receber a documentação e fixar e lacrar as placas.

Agora que você já sabe como proceder com o emplacamento de um carro zero, pode se planejar e investir com calma na compra do seu carro novo. Se precisar de ajuda com o processo de emplacamento e outros serviços de despachante de veículos como transferência, licenciamento e baixa definitiva, conte conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Olá, tudo bem? Como podemos ajudar? :)
Powered by