Despachante Marcelino

Precisa realizar a transferência de carro e não tem ideia por onde começar? Hoje em nosso texto vamos falar sobre o que precisa ser feito na transferência de carro, quais são os prazos e procedimentos, onde deve ser feita a transferência, a importância da comunicação de venda e quais são os erros cometidos mais comuns durante o processo.

A transferência de carro é um processo para alterar o registro de propriedade de um automóvel, carro ou qualquer outro tipo de veículo automotor. Ele envolve a missão de dois documentos muitos importantes: o Certificado de Registro do Veículo (CRV) e do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV).

Leia também: Passo a passo: como converter multa em advertência

Se você quer minimizar as chances de erro ao realizar o procedimento de transferência, é importante entender alguns conceitos básicos e saber quais órgãos você terá que procurar para dar andamento ao trabalho. Antes de tudo, é bom saber que um carro não pode circular sem estar devidamente registrado e emplacado.

É no Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores) que constam todos os dados vinculados ao carro, como taxas, acidentes, boletins de ocorrência e até troca de proprietários. Este número é como se fosse o próprio documento de identidade do carro.

Já no CRLV, constam os dados do veículo como Renavam, placa e chassi, e também os dados do proprietário atual. Esse licenciamento deve ser renovado anualmente, com o pagamento de tributos como o IPVA, DPVAT, taxas e multas.

Deixando claro que é de responsabilidade do proprietário atualizar o banco de dados do Renavam. A cada nova transferência é necessário realizar a alteração dos dados da BIN e emitir um novo CRLV.

A base de dados é nacional, no entanto, o controle é feito de localmente. Por isso, cada Detran é responsável pela execução dos processos relativos ao emplacamento, licenciamento e transferência de veículos. Por este motivo consta nas placas dos veículos, além do conjunto de letras, alguns algoritmos que identificam a unidade da federação onde foi registrado.

Leia também: As dúvidas mais frequentes sobre transferência, emplacamento e IPVA de veículos

Então, na prática, é ao Detran do seu estado que você precisa solicitar a transferência de veículo. Quem pode fazer a requisição é o proprietário, um procurador devidamente autorizado ou um despachante de sua confiança.

Quais os documentos necessários para realizar a transferência de carro?

São exigidos os seguintes documentos para realizar o procedimento de transferência de carro:

Seguindo todos esses passos, você certamente não terá nenhum problema nesse processo de transferência de carro. Qualquer dúvida, basta entrar em contato com o Detran de SC (ou o Detran do seu estado) ou com a gente!

Passo a passo para realizar a transferência de carro, confira a seguir:

Passo 01 – Comunicação de Venda:

para você realizar uma transferência livre de problemas futuros, é importante realizar a comunicação de venda logo que a negociação for concluída. Ela pode ser realizada tanto pelo comprador quanto pelo vendedor. Este procedimento isenta o antigo dono de possíveis novas infrações, durante o período em que a transferência não é efetuada.

Passo 02 – Pague as taxas em aberto:

a principal taxa a ser quitada é a taxa de transferência. Além disso, deverá ser pago também alguma taxa que, porventura, estejam pendentes como multas, IPVA, DPVAT entre outras.

Se, no seu caso, existem documentos em aberto não se preocupe. No Despachante Marcelino parcelamos os seus débitos com IPVA, multas e demais despesas veiculares em até 12 vezes no cartão de crédito (entre em contato). Em pouco tempo você terá seu veículo regularizado.

Passo 03 – Vistoria:

a vistoria é obrigatória para fazer o novo registro do carro. É preciso efetuar a vistoria e após isso sera possível abrir o processo de transferência do carro. Se estiver tudo certo com o seu carro novo, você receberá um laudo e poderá prosseguir com o procedimento sem problemas.

Leia também: Como funciona o licenciamento em SC? Veja Todos os detalhes

Passo 04 – Documentação:

Reúna todos os documentos mencionados acima e procure o Detran de SC ou um despachante. Aqui do Despachante Marcelino, conseguimos realizar todo o procedimento por WhatsApp, gerando muito conforto e velocidade na obtenção do novo documento para o cliente. Se você tem pressa e quer resolver a transferência de carro de maneira eficaz, fale conosco.

Onde realizar a transferência de carro?

A transferência do seu veículo passará obrigatoriamente pelo Detran de SC (se você estiver transferindo para SC), onde deverá ser feito o novo registro do carro.

Caso o veículo tenha sido adquirido por financiamento e ainda não esteja quitado, também pode ser necessário que a instituição financeira credora seja envolvida no processo.

Isso vai depender do acordo firmado entre o comprador e o vendedor. Se o comprador tiver a quantia a vista para comprar o carro, de modo que o vendedor quite a dívida, essa será a melhor opção, pelo fato de envolver menos questões burocráticas. Já se o comprador quiser refinanciar o carro, nesse caso será necessário entrar em acordo com a instituição financeira e passar por análise.

Sabemos que mais do que um conhecimento útil, aprender sobre como transferir veículo é algo muito necessário para quem está pensando em comprar ou vender um carro usado. Em alguns casos, o processo pode não se dar de maneira tão simplificada.

Às vezes o veículo pode ter multas pendentes, impostos atrasados, pequenos ajustes mecânicos a fazer, coisas simples que tem que ser resolvidas antes de dar início ao processo de transferência.

Nenhuma delas é um impeditivo para a compra do carro, porém, é importante estar ciente desses encargos para negociar o valor já com isso em mente. Não deixe de pesquisar a placa do veículo no Detran de SC, para conferir todas essas pendências.

Gostou das nossas dicas sobre como realizar a procedimento de transferência de carro? Então, não deixe de compartilhar com seus amigos em suas redes sociais e até a próxima.

× Como posso te ajudar?