Emplacamento grátis? Isso não significa IPVA pago. Saiba porque

Um dos primeiros fatores que o consumidor deve analisar na hora de adquirir um veículo é o emplacamento. A placa é um dispositivo de identificação, e deve estar sempre em excelentes condições para que o motorista não tenha problemas futuros. Além disso, muitos condutores ainda possuem dúvida sobre IPVA, emplacamento grátis, e quais são as diferenças e relação entre um e outro na hora de emplacar seu carro ou moto.

O emplacamento irregular traz inúmeras consequências para o proprietário do veículo, e por isso, conhecer a legislação sobre o assunto e saber exatamente como funciona este processo pode evitar com que o condutor seja penalizado por não estar com ele devidamente regularizado.

Como sabemos da importância deste processo, trouxemos informações que podem ajudar você na hora do emplacamento. Saiba, a partir de agora, como emplacar seu carro da maneira certa. Continue lendo!

O que é IPVA?

Primeiro, você sabe realmente o que é IPVA e porque ele é cobrado? Bem, o IPVA, ou Imposto sobre Proprietário de Veículos Automotores é um tributo que todo proprietário de veículo deve quitar todos os anos e nada tem a ver com emplacamento grátis. O Valor do IPVA é feito com base no valor do veículo adquirido, e sua quitação é um requisito fundamental para o licenciamento anual.

De toda verba arrecadada deste imposto, 50% vai para o Governo Estadual, e a outra metade para o município no qual o carro foi emplacado. Essa arrecadação não é destinada a asfaltamento em ruas e melhorias como a maioria da população pensa, mas sim, consiste em uma receita recolhida pela União, Estados ou Municípios que é direcionada para despesas com a educação, saúde, segurança, entre outras necessidades.

Efetuar a quitação do IPVA é bem descomplicado. O proprietário do veículo recebe em sua casa um aviso de que o imposto está prestes a vencer, com informações importantes do carro, como valores, datas, parcelas e formas de pagamento. Com o documento em mãos, é possível pagar o IPVA, juntamente com o Seguro Obrigatório, e até fazer o licenciamento do veículo antecipadamente. Mas, fique atento: a não quitação do IPVA resulta em multa e impedimento de seguir com o licenciamento do veículo.

Uma prática bastante comum entre os proprietários de veículos é a consulta do imposto através de sites na internet. Quanto à segunda via do IPVA ou DPVAT, é possível acessar o site do DETRAN de SC ou seu despachante e fazer a solicitação através da própria internet. Essa segunda via pode ser impressa ou então ser requerida para chegar ao local desejado.

O que é emplacamento?

O emplacamento de veículos é um passo muito importante para quem acaba de comprar um veículo, por isso muitas pessoas procuram ofertas com emplacamento grátis. Esta etapa é realizada através do seu despachante ou Detran de onde a placa for emitida. Essas placas seguem uma sequência única para todo o território nacional, sendo três letras iniciais e em seguida quatro números. O que muita gente não sabe é que, normalmente, o emplacamento grátis não inclui o pagamento do IPVA, que deve ser quitado no ato do início do processo.

Caso você não tenha sido contemplado com uma oferta de emplacamento grátis, entenda a seguir como este processo pode ser realizado:

Para solicitar o primeiro emplacamento de seu carro, é necessário que o próprio dono do veículo seja o solicitante ou, ao menos, uma pessoa em posse de procuração reconhecida em cartório. Dado esse primeiro passo, deve-se levar os documentos que seguem:

  • Original e cópia do RG;

  • Original e cópia do CPF;

  • Original e cópia da CNH;

  • Cópia do comprovante de residência (emitido nos últimos 3 meses);

  • 1ª via original da nota fiscal da concessionária com o decalque do chassi;

Leia também: Quais os documentos necessários para emplacamento de moto?

Vale lembrar que de acordo com o Código Brasileiro de Trânsito, será apenas permitido circular com veículo sem placa do lugar de compra até o local do respectivo emplacamento, sendo de 48 horas o período dessa permissividade, contados da data de emissão da nota fiscal de compra do carro ou moto. Depois disso, a infração é considerada gravíssima e a multa vem acompanhada da apreensão do veículo.

Para evitar dores de cabeça, procure um despachante e resolva esta questão. Se precisar podemos te ajudar. Basta clicar aqui!

Com emplacamento grátis ou não, o importante é ter tranquilidade na hora de sair com o seu carro novo. Gostou do nosso artigo? Não esqueça de compartilhar em suas redes sociais. Até a próxima! 🙂

3 thoughts on “Emplacamento grátis? Isso não significa IPVA pago. Saiba porque

  1. Pingback: Como tirar a segunda via de seu CRLV-SC - Despachante Marcelino

  2. Pingback: As dúvidas frequentes de transferência, emplacamento e IPVA de veículos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Olá, tudo bem? Como podemos ajudar? :)
Powered by